No modo de comando do vim o ponto (".") é o comando para repetir a última ação.

Isto pode ser muito útil, especialmente se você tiver o poder de definir o que raios foi a última ação e, esta é a boa notícia, no vim você tem esse poder.

Graças à separação entre o modo de inserção e o modo de comando, é possível usar uma entrada no modo de comando como uma ação.

Assim, por exemplo, suponhamos que você queria escrever uma tabela HTML com duas colunas: você tecla "i" para entrar no modo de inserção e digita:


<table>

O último comando agora é: "entre no modo de inserção e digite <table> e saia do modo de inserção", de modo que se você teclar ponto é isso o que o vim vai fazer. Neste caso seria inútil, mas no próximo passo é diferente.

Em seguida, pressiona ESC para sair do modo de inserção.

Agora, pressione "i" novamente para entrar no modo de inserção e digite

<tr><td></td><td></td></tr>
.

O último comando, agora, é "entre no modo de inserção e digite <tr><td></td><td></td></tr> e saia do modo de inserção". Desta vez é exatamente isso o que você quer fazer. Agora tecle "." e veja que o vim repetiu o comando inserido anteriormente.

O ponto também pode ser usado para repetir um comando de deletar, de edição em bloco ou qualquer outro comando realizado.

Tome cuidado que o ponto repete o último comando, qualquer que seja ele.

Usando o poder do ponto

O ponto se torna especialmente útil quando se acostuma a utilizar as ações e movimentos do vim. Assim, por exemplo:

O ponto repete qualquer destes comandos, poupando bastante esforço.

comments powered by Disqus